(62) 3626-6872
Home     Notícias
POLÍCIA

Preso acusado de furtos em residências no Traíras

Genarc e GPT de Niquelândia prendem duas pessoas dentro da Operação Livramento, realizada no Traíras


Publicado em 13 Agosto 2017

|   Compartilhe esta página:    

Divulgação
Objetos que foram recuperados pela polícia de Niquelândia
Objetos que foram recuperados pela polícia de Niquelândia

Na manhã de terça-feira (8) as forças de segurança da cidade de Niquelândia, compostas pelo Grupo Especial Repressão a Narcóticos (Genarc), Delegacia Municipal da Polícia Civil e Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) da Polícia Militar, desencadearam uma operação policial no Povoado do Traíras.
Batizada de "Operação Livramento", a operação foi fruto de uma investigação do Genarc, iniciada após os investigadores terem recebido várias denúncias de que um morador da região, conhecido por "Gordinho do Traíras", junto de outros indivíduos, estariam praticando diversos crimes no povoado e em propriedades rurais da região, em especial, reiterados furtos a residência, segundo informações da Polícia Civil.
Na operação, o acusado Vercilei de França Campos (ele seria o "Gordinho de Traíras") foi preso em cumprimento a mandado de prisão. Também foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em domicílios do povoado. 
Durante o cumprimento dos mandados, as equipes policiais apreenderam porções de cocaína, objetos furtados, dentre eles uma TV e um aparelho de celular, uma arma de fogo, peixes de variadas espécies e um tatu, segundo a Polícia Civil.
Além do cumprimento do mandado de prisão contra Vercilei, a sua irmã Vanusa Almeida França foi autuada em flagrante. Contra ela, de acordo com a polícia, pesam acusações de crime de posse de arma de fogo e crime contra a fauna. As investigações continuam, de acordo com a Polícia Civil, e novas prisões não estão descartadas. 
Segundo o delegado Cássio Arantes, o acusado vinha sendo investigado há meses e havia várias denúncias de que ele estaria furtando residências no povoado, além de estar traficando drogas, conforme informou o delegado. 
Para entrar nas residências e praticar furtos, segundo a PC, o acusado conhecia antes a rotina dos moradores, o que facilitava a sua ação. A Polícia Civil suspeita que mais pessoas podem estar envolvidas com o acusado. Isso faz com que as investigações tenha prosseguimento e novas prisões podem ocorrer. O delegado Cássio informa ainda que o acusado não tem perfil violento, mas revela-se "um criminoso em série". 

Galeria de Imagens

 

 Rua T-30, 1.310, esquina com rua T-49, Setor Bueno, Goiânia - Goiás


© 2017 - Jornal Diário do Norte
Produção