(62) 3626-6872
Home     Notícias
SEGURANÇA

Polícia prende um dos assaltantes de carro-forte

Bandidos explodiram o veículo na quinta-feira. Com o preso, polícia encontrou armas, munições e dinamite


Publicado em 11 Novembro 2016

Pedro Gomes

|   Compartilhe esta página:    

Divulgação
Carro-forte ficou completamente destruído
Carro-forte ficou completamente destruído

As polícias Civil e Militar de Minaçu, com o apoio do Comando de Operações Especial da PM do Tocantins, prenderam um assaltante e apreenderam duas armas de grosso calibre, grande quantidade de munições e explosivos que estava em posse da quadrilha que assaltou e explodiu um carro-forte próximo a Campinaçu, na quinta-feira (10).
Foram apreendidos: um fuzil calibre 30; uma carabina 40, centenas de munições de diversos calibres, além de sete quilos de dinamite, espoletas e cordéis utilizados na detonação dos artefatos. O material estava enterrado em um rancho próximo ao lago de Cana Brava, na zona rural de Minaçu, imóvel que pertence a Hugo Sérgio Borges. Ele foi preso em flagrante delito pelos crimes de roubo circunstanciado, posse de armas de fogo e de munições de uso restrito, posse de explosivos e associação criminosa.
O assalto ao carro-forte ocorreu no início da tarde de quinta-feira, na GO-241, a aproximadamente 10 dez quilômetros de Campinaçu.Na abordagem da quadrilha, conforme informou a Polícia Civil, cinco homens fortemente armados e encapuzados, que estavam em uma caminhoneta SW4, ultrapassaram e em seguida metralharam o veículo de transporte de valores. Os disparos foram tão intensos que o motor do carro ficou avariado. Um dos vigilantes conseguiu se esconder no mato e os outros três que faziam a segurança foram rendidos. Em questão de minutos, os bandidos instalaram os detonadores e explodiram os cofres onde estavam armazenados R$ 675.000.00.
Com a força da explosão, o carro-forte ficou completamente destruído e parte do dinheiro ficou espalhada pelo chão. De acordo com a Polícia Civil, os bandidos renderam também algumas pessoas que passavam pela rodovia na ocasião e as obrigaram a recolher as notas e as colocar em sacos.
Eles fugiram na SW4 na direção de Formoso e entraram por uma estrada de chão batido no Povoado Canalina. A cerca de mil metros do povoado eles tocaram fogo na caminhoneta e continuaram a fuga em outro veículo.
No local do assalto e dentro da SW4 incendiada os policiais encontraram várias cápsulas deflagradas de munições nos calibres 762; 556; e Ponto 50, este último calibre, conforme explicou um policial civil, é muito raro e utilizado geralmente em guerras e é capaz de abater até avião. 
Nenhuma pessoa ficou ferida, no entanto, conforme explicaram os policiais civis, os vigilantes do carro-forte ficaram muito abalados com o ocorrido. Um deles contou aos policiais que os bandidos disseram para que todos ficassem tranquilos, pois eles só queriam levar o dinheiro. 
Disse o delegado de Minaçu Rhaniel de Almeida Pires que as investigações terão continuidade sob o comando do GAB – Grupo Antiroubo a Banco. O delegado informou ainda que os explosivos foram levados por policiais do GT3 para serem analisados na capital do Estado, no laboratório da Polícia Técnico-Científica.
 

Galeria de Imagens

 

 Rua T-30, 1.310, esquina com rua T-49, Setor Bueno, Goiânia - Goiás


© 2018 - Jornal Diário do Norte
Produção