(62) 3626-6872
Home     Notícias
NIQUELÂNDIA

Mãe e filho mortos. Filho suicidou. Mãe foi encontrada morta

Polícia investiga o caso. Mas não descarta que o filho tenha matado a mãe e depois suicidou


Publicado em 05 Dezembro 2016

Pedro Gomes

|   Compartilhe esta página:    

Foto: Divulgação
Sulevessy Farias foi encontrada morta
Sulevessy Farias foi encontrada morta

Um fazendeiro encontrou o corpo de uma mulher na tarde de domingo (4) em uma pequena mata a cerca de 20 quilômetros de Niquelândia. A vítima, que apresentava uma lesão na cabeça provocada possivelmente por disparo de arma de fogo, pode ser Sulevessy de Fátima Farias Barbosa, de 54 anos, desaparecida desde terça-feira (29). O corpo, segundo dados preliminares da perícia, já se encontrava em avançado estado de decomposição e, provavelmente, a mulher havia morrido há cerca de seis dias.
O corpo de Sulevessy se encontrava no leito de um pequeno riacho, porém não estava dentro d´água. O fazendeiro disse que havia saído para procurar um gado e, ao passar pelo local, sentiu o mau cheiro. A vítima era mãe do ex-candidato a vereador Welington Farias Barbosa, de 34 anos, que também foi encontrado morto com um tiro na cabeça na quinta-feira (1), dentro de um carro de passeio na faixa de rolamento do anel viário da cidade, nas imediações do Bairro Jardim Primavera. A polícia acredita que Welington cometeu suicídio e investiga se essa ação tem ligações com a morte de Sulevessy.
O rapaz havia ido à delegacia da cidade diversas vezes à procura de informações do paradeiro da mãe e ainda ajudava a polícia nas buscas, porém os policiais passaram a suspeitar das atitudes de Welington que, constantemente, entrava em contradição, de acordo com a polícia, e por isso decidiram chamar outro membro da família para acompanhar os trabalhos de investigação.
A última vez que Welington esteve na DP havia sido na manhã de quinta-feira. Ele conversou com os agentes e não mais foi encontrado com vida. O corpo do torneiro mecânico foi localizado por populares no acostamento da GO-237, no Anel Viário. Dentro do carro que pertencia a dona Sulevessy, os policiais encontraram a arma, um revólver calibre 38, carregado com quatro munições intactas e uma deflagrada. A arma estava sobre o colo de Welington; também foram encontrados no veículo, dois aparelhos celulares e os documentos da mulher, que na ocasião ainda estava desaparecida.
A Polícia Técnico-Científica recolheu os dois corpos, que foram encaminhados para análises e até a manhã desta segunda-feira (5), não haviam sido liberados. De acordo com o delegado Manoel Leandro, titular da Delegacia da Polícia Civil de Niquelândia, existem grandes possibilidades dos dois crimes estarem relacionados, porém qualquer conclusão no momento ainda seria muito prematura. O delegado disse que aguarda as informações do IML – Instituto Médico Legal, que deverão ajudar a desvendar o caso.
O delegado Manoel Leandro informou que em relação a Welington Farias, a única ocorrência policial na qual ele havia se envolvido anteriormente se trata de um flagrante por uso de habilitação falsificada, fato ocorrido na GO-237 entre Niquelândia e Uruaçu no ano de 2015.

Galeria de Imagens

 

 Rua T-30, 1.310, esquina com rua T-49, Setor Bueno, Goiânia - Goiás


© 2018 - Jornal Diário do Norte
Produção