(62) 3626-6872
Home     Notícias
MUTUNÓPOLIS

Júnior do Jonas vai atrás de recursos

Prefeito eleito visitou a senadora Lúcia Vânia, em Brasília; e Vilmar Rocha, em Goiânia: atrás de emendas


Publicado em 31 Outubro 2016

Pedro Gomes

|   Compartilhe esta página:    

Divulgação
Vilmar Rocha recebeu o prefeito eleito Júnior do Jonas e a esposa Shisuene em Goiânia: apoio já para 2017
Vilmar Rocha recebeu o prefeito eleito Júnior do Jonas e a esposa Shisuene em Goiânia: apoio já para 2017

O prefeito eleito por Mutunópolis, Jonas Guimarães Júnior, o Júnior do Jonas (PSD), acompanhado da esposa Shisuene Guimarães, esteve nas capitais do Estado (Goiânia) e do Brasil (Brasília) no dia 10 de outubro em busca de assegurar para 2017 os recursos que vão garantir obras e benefícios para a população nos primeiros 12 meses de administração e que fazem parte do seu Plano de Governo.
De acordo com Júnior do Jonas, ele participou de reunião com a senadora Lúcia Vânia no gabinete político da presidência do PSB e, na ocasião, ficou acertado o envio de uma Emenda Parlamentar no valor de R$ 1 milhão, recurso que deverá ser destinado à construção do Parque Temático de Cultura, Arte e Lazer de Mutunópolis. A obra avaliada em R$ 6 milhões de reais, conta também com uma emenda parlamentar do deputado federal Marcos Abrão (PSDB) na ordem de R$ 500 mil, ambas orçadas junto aos ministérios do Turismo e do Meio Ambiente.
O prefeito eleito disse que o parque temático deverá ser a principal obra do seu governo e espera concluir o projeto inicial nos quatro anos da gestão. Durante a visita, Júnior do Jonas discutiu também a celebração de um convênio com a Agehab - Agência Goiana de Habitação e na reunião com o presidente da instituição Luiz Stival foi definido inicialmente a elaboração de um convênio que poderá contemplar mais 100 famílias com casas populares. As moradias deverão ser construídas em local ainda a ser definido pela futura administração.
E o prefeito Júnior do Jonas foi recebido ainda em Goiânia durante a viagem pelo secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima), Vilmar Rocha, onde a pauta do dia foi a viabilização do ICMS Ecológico para Mutunópolis. 
O ICMS Ecológico é um incremento a mais na arrecadação das unidades da federação e que, segundo Júnior do Jonas, será fundamental para a realização das ações públicas. Para requerer o benefício, necessariamente o município postulante precisa possuir em seu território uma Unidade de Conservação, devidamente registrada no Cadastro Estadual de Unidades de Conservação - CEUC (Art. 2º da Lei Complementar n.º 90/2011 e do Decreto n.º 8147/2014), ou ser diretamente influenciado por ela, ou ainda, possuir mananciais de abastecimento público de municípios confrontantes (Art. 1º e 3º da Lei Complementar n.º 90/2011). Além desses pré-requisitos, o município postulante precisa atender a critérios ambientais e de conservação do meio ambiente, estipulados no Art. 4º da Lei Complementar n.º 90/2011.
Na semana passada a equipe de transição montada pelo prefeito eleito iniciou as suas atividades. Ela é composta por dois advogados e um contador. Para o prefeito que irá tomar posse no dia primeiro de janeiro do ano que vem, serão inevitáveis algumas medidas, até mesmo impopulares para algumas pessoas, porém o mais importante será corrigir os problemas que estão afetando a maioria da população.

Galeria de Imagens

 

 Rua T-30, 1.310, esquina com rua T-49, Setor Bueno, Goiânia - Goiás


© 2018 - Jornal Diário do Norte
Produção