(62) 3626-6872
Home     Notícias
PORANGATU

Daniel visita aliados em Porangatu

Pré-candidato ao Governo do Estado pelo MDB, deputado discute propostas e fala sobre possíveis alianças


Publicado em 21 Janeiro 2018

Pedro Gomes

|   Compartilhe esta página:    

Pedro Gomes
Daniel Vilela esteve em Porangatu onde se encontrou com lideranças políticas e empresariais: olho no governo
Daniel Vilela esteve em Porangatu onde se encontrou com lideranças políticas e empresariais: olho no governo

O deputado federal e pré-candidato ao Governo de Goiás pelo MDB, Daniel Vilela, filho do ex-governador Maguito Vilela, esteve na quarta-feira (17) na cidade de Porangatu, onde participou de uma reunião política com lideranças de diversos partidos de oposição. O bate-papo aconteceu em uma sala de reuniões da ACIAP - Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Porangatu e contou com a presença do ex-prefeito Eronildo Valadares e da esposa e ex-deputada estadual Vanuza Valadares, que é a presidente do Diretório Municipal do MDB; do presidente do Sindicato Rural, Carlos Garcia, e do presidente da Aciap, Márcio Luís.
Os vereadores Edmilson Andrade, Pedro Almeida Rodrigues e Clodoaldo Santinello; o presidente do Democratas, Rodrigo Azevedo; os vereadores de Amaralina, Neusa Correia de Moraes e Jailton Antônio da Silva, e o ex-candidato a prefeito por Amaralina pelo PMDB, Jovelino Ribeiro da Silva; também participaram.
O propósito da visita foi buscar apoio político na região tendo como finalidade o fortalecimento de uma possível candidatura de Daniel Vilela ao Governo de Goiás. Ele chegou à cidade acompanhado do também deputado federal Pedro Chaves, e dos deputados estaduais Paulo César Martins e Wagner Siqueira.
Durante a reunião Daniel Vilela ouviu opiniões das lideranças políticas de Porangatu e de Amaralina e também dos representantes de instituições e comerciantes locais. Temas como altas taxas de impostos na cadeia do agronegócio no Estado, estruturação do Aeroporto Municipal, conclusão da obra de duplicação da Avenida Federal, ligações asfálticas com os municípios de Montividiu do Norte, Amaralina e Bonópolis, reestruturação da Unidade da UEG; construção de um Centro de Distribuição do Ceasa, duplicação da BR-153 e de um porto seco em Porangatu na Ferrovia Norte-Sul foram discutidos.
A presidente do MDB Vanuza Valadares parabenizou a iniciativa da sociedade e disse que as reivindicações são bastante pertinentes. Ela comentou a crise política que atinge o País, falou que o partido tem muito a contribuir com o Estado e desejou sorte ao pré-candidato Daniel Vilela. Vanuza finalizou expressando seu orgulho em razão do MDB contar com um candidato jovem e cheio de coragem para trabalhar.
Durante entrevista ao Diário do Norte, Daniel Vilela disse que o MDB trabalha na intenção de liderar uma coligação forte, porém reconhece que cada partido precisa ter o seu candidato. "Todo partido precisa cumprir com a sua obrigação que é construir um projeto e definir um programa e o partido que não fizer isso está errado. Estamos iniciando estas vistas aos municípios do Estado para ouvirmos as demandas da sociedade organizada. É lógico que a gente sabe das dificuldades vividas na Segurança Pública, na Educação, enfim em todas as áreas, mas é preciso que o político saia do seu gabinete é vá conhecer de perto a realidade, os sentimentos das pessoas e desta forma se sensibilize e procure no nosso caso apresentar nas eleições um projeto que seja inovador, ousado, criativo e que restabeleça a confiança, a credibilidade e a esperança em Goiás e é justamente isso que nos motiva a construir e liderar este projeto e fazer com que o Estado volta a ter um governo comprometido, que esteja atento às necessidades da população e que preste um serviço de qualidade. Depois de vinte anos do mesmo grupo político administrando é chegada a hora da mudança, da renovação e de ser trazer novas pessoas e sobretudo com novas ideias para que Goiás volte a ter um crescimento sólido", afirmou Daniel.
Sobre a formação das alianças políticas para disputa deste ano, o pré-candidato disse que o partido já está se mobilizando para isto. "As discussões sobre as alianças já acontecem, mas as decisões vão ser tomadas no momento oportuno, às vésperas das eleições e tem que ser calcada numa parceria que convirja em relação ao que queremos para Goiás nos próximos anos, que ser convergente, uma aliança de afinidade e nós temos conversado com todos os partidos que têm demonstrado este sentimento de mudança e de renovação, pela modernização do setor público e por um governo de maior sensibilidade social", explicou o deputado.
Sobre a formatação destas alianças, Daniel Vilela reafirmou a posição de liderança do partido e descartou a possibilidade ser coadjuvante no primeiro turno. "Sem dúvida, no ano passado foi quando nós promovemos os encontros internos do partido e foi majoritária a escolha por candidatura própria. O PMDB está há vinte anos na oposição, sempre foi oposição e nunca indicou ninguém neste atual grupo político e com certeza vai preparar um projeto propositivo para Goiás nos próximos anos", afirmou.
Sobre uma possível aliança com o Democratas do senador Ronaldo Caiado, Daniel Vilela lembrou que na campanha passada ele foi eleito ao cargo na coligação liderada pelo PMDB e afirmou que agora chegou a hora do senador e do próprio partido retribuir. "Apoiar o nosso partido nesse momento para que possamos juntos ter o trabalho facilitado. O eleitor vive um momento com desejo de mudança no cenário político. Por outro lado, todo partido tem a sua legitimidade e quem sou eu para falar pelo outro partido, agora é lógico que todos nós do MDB gostaríamos muito de ter o apoio do DEM", afirmou Daniel Vilela.

Galeria de Imagens

 

 Rua T-30, 1.310, esquina com rua T-49, Setor Bueno, Goiânia - Goiás


© 2018 - Jornal Diário do Norte
Produção