(62) 3626-6872
Home     Notícias
EM SÃO MIGUEL DO ARAGUAIA

Conselho Tutelar realiza audiência pública


Publicado em 03 Junho 2017

Pedro Gomes

|   Compartilhe esta página:    

Divulgação
Deputado Carlos Antônio com, conselheiros, vereador e secretários da prefeitura: informação e novas metas
Deputado Carlos Antônio com, conselheiros, vereador e secretários da prefeitura: informação e novas metas

O Conselho Tutelar de São Miguel do Araguaia realizou no fim de maio uma Audiência Pública para discutir com a comunidade as ações e os projetos do órgão e também a estruturação da unidade e a valorização dos conselheiros. O evento aconteceu no plenário da Câmara Municipal e contou com a presença do deputado estadual Carlos Antônio (PSDB), que é presidente da Comissão da Criança e do Adolescente na Assembleia Legislativa do Estado.
Na oportunidade, Carlos Antônio além de cobrar melhorias para os conselheiros, disponibilizou recursos para realização de campanhas, movimentos que deverão ser desenvolvidos através de uma parceria do Conselho Tutelar de São Miguel e os conselhos tutelares de Mundo Novo e de Nova Crixás, trabalhos que deverão estar focados na temporada de férias deste ano a fim de combater os crimes contra menores (crianças e adolescentes) nos três municípios turísticos.
Também foi disponibilizada pelo parlamentar uma emenda (cheque comunitário) no valor de R$ 193 mil com destinação exclusiva para a construção da sede do Conselho Tutelar de São Miguel do Araguaia.
Participaram do evento ainda as seguintes autoridades: a secretária municipal de Ação Social, Ely Pereira Carvalho; a chefe de gabinete, Cleonice Marques de Souza Amaral; apresidente do CMDCA - Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Nilma Aparecida do Carmo Silva; e o presidente da Câmara Municipal, João Batista Garcia Costa, acompanhados dos vereadores João Severino da Silva Filho; Petrônio Dias Lima; Nilton e César Pereira da Silva.
O Conselho Tutelar de São Miguel do Araguaia é constituído por cinco integrantes: Lucas de Freitas Terra (presidente), Káren Kristiny Pereira de Oliveira, Lúcia da Silva Ferreira Oliveira, Lucimar Pureza Martins Pereira e Wéllen Santana Dias Cunha.
Em 2016 os conselheiros acompanharam 1.560 ocorrências de violações dos direitos, entre elas muitos casos envolvendo abuso sexual de crianças e adolescentes. O presidente Lucas Freitas acredita que este número elevado de situações acontece devido ao grande número de turistas que procura a região para passar férias, ocorrendo infelizmente o que se chama de turismo sexual. Ele disse que várias ações já foram realizadas no intuito de conscientizar a população, como palestras e campanhas, onde o principal objetivo é reduzir a quantidade de crimes da ordem infantil.
Os conselheiros reivindicam ainda a instalação de ar condicionado no prédio, substituição dos pneus do carro e pagamentos das diárias que estão em atraso desde janeiro. Eles também querem uma placa indicativa da sede do Conselho Tutelar e disponibilização de créditos no aparelho celular do plantão. "Lembrando que graças ao nosso trabalho nós já evitamos até mesmo crimes de suicídio aqui no município através do telefone e a única recarga feita até o momento neste ano foram R$ 10 doados pela própria secretária", disse o presidente Lucas Freitas.
 

 Rua T-30, 1.310, esquina com rua T-49, Setor Bueno, Goiânia - Goiás


© 2018 - Jornal Diário do Norte
Produção