(62) 3626-6872

OPINIÃO (Edição: 1185)

COEMORAÇÃO 
O governador Marconi Perillo comemorou a aprovação no Senado do projeto que convalida os incentivos fiscais para estados e municípios.

INVESTIMENTOS 
Com essa medida, Goiás não perde a sua capacidade de atrair grandes empresas.

MAJORITÁRIA  
José Vitti, presidente da Assembleia, tem afirmado que é candidato à reeleição, mas ele pode pintar na chapa majoritária.


Lula condenado por Moro a 9 anos

O  ex-presidente Lula (PT) foi condenado na semana passada pelo juiz Sérgio Moro, a uma pena de nove anos e seis meses. Ele responde ainda a outros processos que devem ter o mesmo desfecho: condenação. Mas Lula vai recorrer da sentença em liberdade. O seu recurso pode levar bastante tempo até o julgamento. Se confirmada a decisão de Moro, o petista ficará inelegível. Caso contrário, ele poderá disputar as eleições presidenciais de 2018. Ou seja, esse foi apenas um round da luta


Júlio atua em várias frentes para garantir investimentos em Porangatu

Júlio atua em várias frentes para garantir investimentos em Porangatu

Depois de confirmar o curso de Direito na UEG de Porangatu, o deputado Júlio da Retífica agora atua em outras frentes para levar benefícios para a cidade. Segundo ele, nesses primeiros seis meses de gestão do prefeito Pedro Fernandes, foi possível ampliar as parcerias com o Governo do Estado e assegurar aumento dos investimentos no município. Júlio assegura que ainda há muito por se fazer para Porangatu. Ele também tem buscado recursos em Brasília através do deputado federal Jovair Arantes (PTB).

Cidadania 
João Agripino Dória Júnior foi agraciado com Título de Cidadão Goiano. Difícil é saber o que ele fez de bom para o Estado de Goiás. Mas a cidadania está garantida ao atual prefeito de São Paulo. 

Excluído da CCJ 
Delegado Waldir deu um xilique danado quando soube, pela imprensa, que tinha sido substituído na CCJ da Câmara Federal. A decisão foi do partido, o PR. Waldir agora tem motivos de sobra para deixar a legenda que em Goiás está sob o comando de Magda Mofatto. 

Fora do ninho? 
Waldir terá que esperar uma janela partidária para mudar de legenda ou ser expulso. Caso contrário, terá que permanecer na legenda até as eleições de 2018. O delegado não descarta migrar para o DEM de Ronaldo Caiado. Será uma dupla interessante numa mesma sigla. 

Em cima do muro 
Para evitar desgates, Lúcia Vânia se absteve de votar a polêmica Reforma Trabalhista. Com isso, ela tenta ficar bem com os trabalhadores e também com os empregadores. É estranha essa postura já que a proposta do governo era discutida há meses no Congresso. Na hora de votar, Lúcia fugiu da raia. 

Dúvida tucana 
E o PSDB nacional segue o dilema de apoiar ou abandonar o Governo Temer.

Em cima do muro 
Ficar em cima do muro quando o assunto é polêmico é bem típico do PSDB ao longo da sua história. E tudo indica que o partido não deve abandonar Temer completamente. 

Comemoração 
Ronaldo Caiado comemorou muito a condenação de Lula pelo juiz Sérgio Moro. 

Vanuza, o retorno 
Vanuza Valadares pode pintar como candidata a deputada estadual em 2018. Caciques do PMDB têm estimulado ela a entrar na disputa. Vanuza, no entanto, ainda não sinalizou se vai enfrentar nova eleição.

Durou pouco 
André Gomide ficou apenas 187 dias à frente da Secretaria da Saúde de Porangatu. Foi substituído por um velho conhecido da população da cidade, Francisco Pereira Sobrinho (Chicão). Não se sabe ainda porque André ficou tão pouco tempo no comando da Saúde.

Pedidos de Iris 
Iris Rezende disse que Lula, por tudo que fez ao Brasil, deveria ser perdoado. E pediu que não mexam com o presidente Michel Temer. Ele espera que o presidente cumpra o seu mandato. Seria uma maneira de reduzir os efeitos da crise.

Olho em 2018 
Lincoln Tejota aproveita as férias para visitar as suas bases em todo Estado. 
 

Votos a Temer 
Magda Mofatto, Daniel Vilela e Thiago Peixoto votaram na CCJ contra a autorização para o STF processar o presidente Michel Temer. Apesar do pedido ter sido rejeitado, a proposta vai a plenário para votação.

Carreira em risco 
É estranho que duas lideranças políticas tão jovens, como Thiago e Daniel, tenham votado a favor de Temer num momento em que a opinião pública quer a saída do presidente. Tão jovens e tão presos ao passado.

Olho na crise 
O deputado Marcos Abrão avalia que é preciso colocar um ponto final na crise política que se instalou no Brasil. Segundo ele, a política tem contaminado a economia. E o resultado são 14 milhões de pessoas desempregadas e sem perspectivas de voltar ao mercado de trabalho.

Pobre paga a conta 
Abrão diz ainda que é preciso virar essa página da política. E rapidamente. Ele destaca que o cidadão pobre é quem sofre as consequências com toda a crise.

Balestra fora 
Os prefeitos que antes apoiavam o deputado Roberto Balestra procuram definir nomes que poderão apoiar em 2018. Ele decidiu que depois de 30 anos como parlamentar, chegou a hora de aposentar e abrir caminho para lideranças mais jovens e com mais pique para trabalhar.

Ação no Senado 
No mesmo dia em que foi cassado há cinco anos atrás, 12 de julho, o ex-senador Demóstenes Torres ingressou com pedido para rever a sua cassação. Sustenta que as provas obtidas contra ele foram invalidadas judicialmente. 

Precedentes 
O ex-senador do DEM se apega no caso da ex-presidente Dilma Rousseff, que foi cassada, deveria ter perdido seus direitos políticos, mas foi poupada pelo Senado e até pode, se quiser, enfrentar as urnas em 2018.

História 
Não existe precedente no Senado de senador cassado reconquistar o seu mandato e, consequentemente, os seus direitos políticos. 

Exemplo de Dilma 
Mas Demóstenes acredita que o Senado pode, pelo menos, lhe devolver os seus direitos políticos, a exemplo do que fez com Dilma, que foi poupada. 

Nenzão 2018 
Não será nenhuma novidade se o ex-prefeito de Campinaçu por dois mandatos, Weliton Nenzão, pintar como candidato a deputado estadual em 2018. 

Reforço 
Pois é, o poderoso presidente da Agetop, Jayme Rincón, tem afirmado a aliados próximos que pode, sim, pintar como candidato a deputado federal em 2018 pelo PSDB.

RÁPIDAS

A tornozeleira eletrônica colocada em Rodrigo Rocha Loures está rendendo. Loures teria furado fila para pegar o equipamento em Goiás. O MP desconfia que Loures não esteja sendo monitorado. E a Segurança Pública de Goiás garante que a culpa por toda essa confusão é da PF.

A Prefeitura de Goiânia aprovou na Câmara Municipal projeto que prevê Refis para grandes devedores de impostos. Isso ocorre num momento em que a prefeitura reclama da falta de dinheiro.

É cada uma. O prefeito de Vianópolis, Issy Quinan, indicou que a prioridade no seu município - para investimentos dos recursos do Goiás na Frente - é a construção de um novo cemitério. 

Segundo ele, o cemitério da cidade não tem mais espaço para realizar novos  sepultamentos. 

Ricardo Barros, ministro da Saúde do presidente Temer, resolveu radicalizar contra os médicos que atendem pelo SUS. Disse que vai usar biometria para controlar a jornada de trabalho dos profissionais da saúde. Barros também afirmou que os ‘médicos precisam parar de fingir que trabalham’. 

A Secretaria da Educação prepara novo edital de chamamento para contratar OS para administrar escolas no Entorno do Distrito Federal. O governo quer gastar R$ 350,00 por mês com cada aluno. 

Se dessa vez não conseguir implantar as OSs na Educação, a secretária Raquel Teixeira pode dar adeus ao seu sonho de conquistar novo mandato de deputada federal.

Moradores de Jaraguá reclamam - sem razão - que o prefeito Zilomar da Código Z passa mais tempo em Goiânia do que em Jaraguá. 

O Governo está concluindo o processo para entregar para uma OS o hospital municipal de Jaraguá. Somente assim para melhorar o atendimento na unidade de saúde, abandonada pela anterior e pela atual gestão na prefeitura. 

Se você é amante dos livros e gosta de ler, não vá até Aparecida de Goiânia. Lá não existem bibliotecas públicas. Esse é um item que não está nos planos do prefeito Gustavo Mendanha, que adora fazer selfie.

Versão em Flip

Edição: 1185
DE17 A 23 DE JULHO DE 2017


*Publicidade

 Rua T-30, 1.310, esquina com rua T-49, Setor Bueno, Goiânia - Goiás


© 2017 - Jornal Diário do Norte
Produção